Eliana de Almeida Mira de Bona

    Eliana de Almeida Mira de Bona

    Foz do Iguaçu (PR)
    0seguidor33seguindo
    Entrar em contato

    Comentários

    (4)

    Recomendações

    (21)
    D
    Donizeti Aparecido Correa
    Comentário · ano passado
    C
    Claudia Moura
    Comentário · ano passado
    Sou médica e já trabalhei em Hemocentro de Universidade. Alguns pontos colocados aqui, não só na matéria como nos comentários, estão equivocados. Inicialmente é preciso contradizer a afirmação "Nem mencionam o uso de preservativo em relações sexuais como critério de seleção de doadores, método com maior eficácia para evitar contágio". Em qualquer Banco de Sangue SÉRIO o questionamento do uso ou não de preservativo, independente de ser a relação sexual hétero ou homo, é abordado EXAUSTIVAMENTE. Os prazos de inaptidão para a doação vão depender do tipo de relação sexual, da multiplicidade ou não de parceiros, do uso de preservativos e de vários outros questionamentos. O fato do homossexual masculino passar por um prazo maior de inaptidão se dá devido à ocorrência de maior possibilidade de ferimentos e lesões em relação anal. O mesmo prazo se aplica para o casal hétero não estável que também pratica o coito anal. Inúmeros fatores são analisados com o objetivo de ter a maior segurança possível na qualidade do sangue. Outra questão equivocada que observei nos comentários: TODAS as bolsas de sangue passam por testes antes de serem aprovadas para o uso em pacientes. Ainda assim, por existirem as chamadas "janelas imunológicas", onde uma infecção já ocorreu e pode ser transmitida, porém o exame ainda não detecta a mesma, nos deparamos raramente com contaminações por HIV, hepatites ou outras doenças no processo de transfusão sanguínea. A discussão vai muito além de opção sexual: O ESSENCIAL É QUE O QUESTIONAMENTO FEITO NOS BANCOS DE SANGUE SEJA RESPONDIDO COM TOTAL VERACIDADE pois a doação de sangue é um ato de altruísmo e não uma maneira de verificação de saúde. A mesma inaptidão vai ser dada para usuário de drogas pelo risco de contaminação por compartilhamento de seringas, assim como também para pessoas que fizeram tatuagem recentemente (lesão perfurante na pele e tecido subcutâneo). Um casal homossexual estável (ou seja, nenhum parceiro novo ou múltiplos parceiros nos últimos 12 meses) pode fazer sua doação de sangue sem impedimentos ou constrangimentos.

    Perfis que segue

    (33)
    Carregando

    Seguidores

    Carregando

    Tópicos de interesse

    (23)
    Carregando
    Novo no Jusbrasil?
    Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

    ANÚNCIO PATROCINADO

    Outros perfis como Eliana de Almeida Mira

    Carregando

    Eliana de Almeida Mira de Bona

    Entrar em contato